Sexta-feira, 24 de Setembro de 2004

-Ambiente: Plataforma 'Transgénicos Fora do Prato '

transg1.jpg


FTF, 1992, In: http://naturezaviva.naturlink.pt


Comunicado de imprensa - Comissão abre as portas à contaminação irreversível dos alimentos, agricultura e ambiente em Portugal e na Europa


  


A Comissão Europeia aprovou pela primeira vez no passado dia 8 de Setembro o registo de 17 variedades de milho transgénico no Catálogo Europeu de Variedades. Com uma decisão administrativa, a Comissão faz tábua rasa da precaução e do direito à escolha e abre a última porta que protegia a Europa da contaminação generalizada por transgénicos: o cultivo em solo europeu. 


 


Até agora apenas a vizinha Espanha cultivava uma única variedade de milho transgénico (com claros prejuízos para os agricultores convencionais) mas a partir de agora nenhum país está livre da poluição biológica que as plantas transgénicas irremediavelmente acarretam.


 


A Plataforma Transgénicos Fora do Prato (ver abaixo organizações participantes) apela ao governo português para rejeitar formalmente a presença de sementes transgénicas no Catálogo Europeu e assim proibir a sua venda em solo português.


 


Com efeito, num memorando interno recentemente vindo a público, David Byrne, comissário europeu para a protecção dos consumidores, reconhece que 'qualquer Estado-Membro pode objectar à comercialização de variedades transgénicas no seu território se considerar que há riscos para a saúde, o ambiente, ou por razões agronómicas'.


 


Os Europeus há muito que disseram não aos transgénicos: 95% dos europeus querem ter direito a consumir alimentos não transgénicos. Além disso, segundo diversas sondagens, 60% dos portugueses, 66% dos britânicos e 79% dos alemães consideram esses alimentos perigosos para a saúde.


 


Os ingredientes transgénicos virtualmente desapareceram das prateleiras dos supermercados onde a sua presença obrigasse à rotulagem respectiva. Em Portugal, os 16 concelhos da Associação de Municípios do Algarve, AMAL, decidiram por unanimidade recusar que seja introduzida, na totalidade da região algarvia, a cultura de plantas transgénicas. E nenhum Estado-Membro, à excepção da Dinamarca, regulamentou ainda o cultivo de plantas geneticamente modificadas no seu território, o que abre ainda mais a porta para uma mistura irremediável destas sementes com as sementes não alteradas.



Assim, é fundamental que o governo português implemente normas concretas e exigentes de co-existência que desincentivem os que pretendam poluir. Tais normas terão de passar por registos públicos de terrenos, distâncias de segurança alargadas, seguros e sistemas de responsabilização com financiamento dos agricultores afectados e ainda o enquadramento legal necessário às regiões e concelhos que pretendam manter-se livres de transgénicos.


 


Se o governo não tomar tais decisões os agricultores portugueses ficam à mercê da multinacional Monsanto, dona das 17 variedades, que já levou à ruína numerosos agricultores americanos condenados em tribunal por terem cultivado sementes transgénicas por eles produzidas em anos anteriores. Enquanto os agricultores perdem os seus direitos milenares a produção alimentar está a concentrar-se debaixo do controlo de cinco mega-empresas verticais - um poder sobre a vida e a morte nunca dantes visto na história da humanidade.


 


Contactos para mais informações: Margarida Silva, 917301025 ou info@stopogm.net


 


A Plataforma 'Transgénicos Fora do Prato' é uma estrutura integrada por oito entidades não-governamentais da área do ambiente e agricultura (Agrobio, Biocoop, Fapas, Gaia, Geota, Liga para a Protecção da Natureza, Liga Portuguesa dos Direitos do Animal e Quercus) e apoiada por dezenas de outras.


In: www.aroucanet.com (Notícias/Opinião)

publicado por FTF às 09:18
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Belmira a 24 de Setembro de 2004 às 17:06
Comissão abre as portas à contaminação irreversível dos alimentos, agricultura e ambiente em Portugal e na Europa!!! É ESTE O ESTADO DA NAÇÃO!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Marionetas: A bela adorme...

. Prémio de Jornalismo Juve...

. Festa de fim de curso CEF...

. Decoração floral de event...

. Vende-se casa em construç...

. Em Chave - Arouca, Feira ...

. - Novidade editorial

. - Novidade editorial

. - Eventos:; Linguagem ges...

. - Fórum em Oliveira de Az...

.arquivos

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Setembro 2009

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Abril 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds